Crítica: "Pílulas Azuis" de Frederik Peeters

Título: Pílulas Azuis
Autor: Frederik Peeters
Ano: 2015
Editora: Nemo
Número de páginas: 208

Sinopse: "Nesta narrativa gráfica pessoal e de rara pureza, por meio de um roteiro simples e de temas universais (o amor, a morte), Frederik Peeters conta sobre seu encontro e sua história com Cati, envolvendo o vírus ignóbil que entra em cena e muda tudo, e todas as emoções contraditórias que ele tem de aprender a gerenciar: amor, raiva, compaixão. Pílulas azuis nos permite acompanhar, sem nenhum vestígio de sentimentalismo, através de um prisma raramente (senão nunca) abordado, o cotidiano de uma relação cingida pelo HIV, sem deixar de lançar algumas verdades duras e surpreendentes sobre o assunto. Apesar da seriedade do tema, Pílulas azuis é uma obra cheia de leveza e humor. Não é à toa que é considerada por muitos a obra-prima de Frederik Peeters. Uma das mais belas histórias de amor já publicadas."

Crítica:  Olá! Hoje vou trazer mais uma HQ para vocês, só que agora com um olhar bem diferente do anterior. Vamos falar de um romance delicado, envolvente, com um tema bastante complicado, mas com um amor tão grande e envolvido que nos mostra como tudo é mais simples do que se parece.

Com desenhos simples e um pouco sombrios tingido apenas de preto e branco, a HQ é uma forma que Frederik achou de contar sua história com Cati, mas não é somente uma história de amor, onde se conhecem, ficam juntos e felizes para sempre.

Digamos que se inicia com a primeira vez que se viram até finalmente começarem a sair, que foi após há alguns anos, mas que, no meu ver, acredito que Frederik já a amava desde o primeiro olhar. O romance dos dois só engata após Cati já ter se casado e ter um filho.

Após o primeiro encontro, sem intenções de esconder nada de Frederik, Cati conta que é portadora de HIV e seu filho também, deixando então a escolha para o rapaz.

Ele decide por ficar com ela, então começa-se a rotina de um amor convivendo com temas comuns do relacionamento, além dela ser divorciada e o dia-a-dia da relação entre o filho de Cati e o padrasto, e além disso tudo, a forma de lidar com o HIV.

As internações, os remédios e a doença. Pela história se passar há uns anos atrás, o tratamento não era avançado como é hoje e as dificuldades maiores, mas mesmo assim, a forma que Frederik lidou com todas essas situações foi de uma delicadeza extrema e um amor muito grande.

Pílulas Azuis te conquista, te faz enxergar as coisas de uma forma diferente, e realmente é um dos livros mais encantadores que li ultimamente e recomendo bastante. Por ser uma HQ acredito que não atenderia todos os públicos, mas que deveria, pois, os desenhos deixam a história mais leve, e mais fácil de conviver com ela.

Então leiam sim, acredito que vão amar. Bjus, logo eu volto!



35 comentários:

  1. Oi, Rafaaa! Tudo bom?
    Eu acho tão fofas essas histórias em quadrinhos da editora Nemo, realmente são fantásticas, gosto extremamente do carinho deles na edição <3 Gostei bastante dos seus comentários e eu amo demais livros que deixam um pouco de percepção para o leitor, realmente pretende ser uma ótima escolha! E A CAPA DELE É LINDA DEMAIS!!!!! JÁ QUERO <3

    Beijos,
    Lu | justificou.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luan,

      Que bom que gostou da capa, a história não fica pra trás, vai gostar, assim que puder leia.
      Bjus Volte sempre

      Excluir
  2. Olá
    Eu tenho ensaio curiosidade em ler esse quadrinho, eu o fiquei conhecendo a alguns dias atrás e achei a proposta bem bacana e agora lendo o suas opiniões veja que irei amar sem dúvidas algumas. Adoro o trabalho da Nemo e sem dúvida ela fez um trabalho foda nesse livro.Sobre a capa ela é muito linda mesma. Até mais ver
    Bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Manoel

      Ainda bem que só agucei sua curiosidade :)
      Leia assim que puder.
      Bju Volte Sempre

      Excluir
  3. Oie amore,
    Nossa arrasou no blog hein, muito lindo, parabéns!
    Não tenho o hábito de ler HQ mais esse me instigou um pouco até.
    Dica anotada!
    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Flor

      Obrigada :)
      Apesar de não ter o hábito, esse tipo de HQ vale a pena. Bjus
      Se resolver ler me conta, volte sempre.

      Excluir
  4. Olá, tudo bem ?
    Não gosto de HQ, na verdade nem posso dizer que nÃo gosto, seria injusto, nunca li e nem me interessei, assim fica mais correto.
    Acho interessante a proposta com o qual o tema foi abordado e certamente com os desenhos o tema fica menos pesado.
    Beijos
    www.estilo-gisele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gisa

      Que pena que nunca leu,
      mas se tiver uma oportunidade leia sim, é bem legal.
      Bjus Volte sempre.

      Excluir
  5. Oi Rafa, o HQ pode não agradar a todos os leitores, mas acho que é uma ótima opção para angarias novos leitores, ainda mais com enredos bons como este.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola,

      Sim HQ não é a escolha de todos, mas muitos nem conhecem que pode-se ter enredos diferentes de super heróis e japoneses. Eu sou do tipo que fujo desses dois.
      Bjus Volte Sempre

      Excluir
  6. Oi. Nunca li nenhum livro da Nemo. Não sou muito fã de HQs. A premissa dele parece ser incrível. Vou tentar ler mais esse ano; mais autores e mais gêneros. Vou dar uma chance ao livro e ver se consigo comprar e ler esse ano ainda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá

      Que bom que decidiu ler, eu leio bem variado, e adoro, quando ler me conta ta, vou ficar esperando.
      Bjus Volte Sempre

      Excluir
  7. Olá!
    Essa HQ parece ser bem reflexiva. Não lembro de ter visto nenhum livro com essa temática, mas achei bem interessante.
    É legal saber que ele conquista e faz o leitor enxerga enxergar as coisas.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruna

      E é sim, mexe com a gente. O tema modifica nossa forma de pensar.
      Bjus Volte Sempre

      Excluir
  8. Olá Rafa, tudo bem?

    Eu não conhecia o enredo de Pílulas azuis, mas adorei saber que aborda um tema que foi tão comum há algumas décadas atrás e que infelizmente está voltando com toda força.
    Quem sabe assim não bota na cabeça dos jovens que é necessário se proteger, não é mesmo?

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pamela

      Infelizmente os jovens acham que só porque não se fala tanto não é que não exista né. A forma de abordar o tema pode ser interessante para atingir mais pessoas, um publico alvo maior, e quem sabe ate conscientizar.
      Bjus Volte Sempre

      Excluir
  9. Que livro show! não conhecia...
    pela boa descrição deu vontade de ler
    boa leitura!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá

      Que bom que gostou, leia sim.

      Abraço volte sempre.

      Excluir
  10. OOi!
    Não conhecia o livro e nem o autor. Não sou de ler HQs, as únicas que li foram as daquelas revistinhas como A Turma da Monica. kkkkk Saudades! <3
    Ainda assim, gostei da premissa dee, então leria sim.
    :)
    Beijoos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Catrine.

      Lia Mônica quando criança tbm, é hoje amo histórias assim. Tenta ler um dia acredito que vai gostar. Volte sempre. Bju

      Excluir
  11. Não conhecia essa HQ, e achei o tema muiiito importante. Apesar de ler poucas hq's fiquei realmente interessada em conferir a trama, deve ser muito emocionante e reflexiva. Achei o assunto tratado de extrema importância.
    Só senti falta de fotos dos quadrinhos, queria ver como é por dentro. :D
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dessa,

      Não postei foto dos quadrinhos porque eu como leitora de hq gosto de ver quando chega, mas é uma preferência minha. O assunto é muito forte mesmo, é emocionante bastante, espero que Leia sim. Bjinhos. Volte Sempre.

      Excluir
  12. Oiiieee tudo bem?
    Pílulas azuis foi uma grata surpresa,pois apesar de ver todo mundo falando super bem eu não achei que seria meu tipo de leitura, mas eu amei a história, muito importante como nos apresenta a vida das pessoas que tem que lidar com a doença e os rótulos que ela traz.

    Bjs

    www.leituraentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flor,

      Realmente um livro que não consegue não agradar. Bjus volte sempre.

      Excluir
  13. Oiiiiii
    ai vc nao faz ideia como eu quero essa hq, eu adoro hqs que retratam esse tipo de tema e vi quando lançou, vi também muuuuita gente elogiando, a sua resenha ficou ótima, parabéns e muito obrigada por ter mais vontade ainda de ler shaushauih

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Catharina

      Tudo bem?
      Obrigada flor, leia sim, vale muita pena, ele vive em promoção na Amazon, fica de olho.

      Excluir
  14. Achei lindo o layout do blog!

    Não conhecia o autor nem a obra, mas a sinopse é extremamente chamativa e a capa é bem simbólica, me agradou bastante.

    Sua resenha me deixou com vontade de conhecer a obra, o desenlace da história me apetece em meu gosto, já está na minha lista de desejados!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Priscila,

      Obrigada,
      A obra é ótima, que bom que adicionou na lista de desejados, leia sim. Bjinhos, volte sempre.

      Excluir
  15. Olá, Rafa.
    Essa hq é mesmo de um sensibilidade sem igual. Quando eu a li, fiquei impressionada com a clareza com o autor fala sobre a doença e de uma quase didática. Aprendi bastante e é ótimo para as pessoas que tendem a ser mais preconceituosas.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria,

      Verdade, o autor fala de uma forma especial ne.
      Bjus volte sempre.

      Excluir
  16. Nossa, que interessante, nunca tinha visto nada que trabalhasse o tema no meio literario, e ainda combinar com HQ, deve ser realmente um trabalho lindo, se eu tiver a chance, com certeza irei conferir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flor, confere sim vai gostar. Bjinhos volte sempre.

      Excluir
  17. Primeiro: QUE BLOG MAIS LINDO!
    MULHER ADOREI A RESENHA.
    Vou começar a leitura dele agora, e é a primeira vez que leio um HQ, então ter lido a resenha ajudou a me nortear sobre como funciona. Haha

    ResponderExcluir
  18. Oi Rafa, tudo bem?
    Sabe que sou apaixonada por HQ e sempre ouvi falarem muito bem desse livro, fico feliz em ver que ele te agradou e que trás uma história muito boa de acompanhar. Vou ver se consigo conhecer a obra esse ano ainda.

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita! Comentários construtivos são sempre bem-vindos!
Caso tenha um blog, deixe o link do mesmo junto de seu comentário para que possamos retribuir a visita! Ah, e sempre respondemos nossos leitores, clique em ''notifique-me'' caso tenha interesse em ler nossa resposta a seu comentário!

© RM Desing - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tema Base: Butlariz.
imagem-logo