Crítica: "Um Conto de Natal" de Charles Dickens

Título: Um Conto de Natal
Autor: Charles Dickens
Ano: 2003 - originalmente publicado em 1839
Editora: L&PM Pocket
Número de páginas: 146
CompreSaraiva


Sinopse: "Um Conto de Natal" do britânico Charles Dickens (1812-1870) é uma das histórias mais famosas da literatura ocidental. O enredo nos traz a figura de Ebenezer Scrooge, um avarento homem de negócios londrino, rabugento e solitário, que não demonstra um pingo de bons sentimentos e compaixão para com os outros. Scrooge não deixa que ninguém se aproxime e rompa a sua dura carapaça, preocupando-se apenas com os negócios, o dinheiro e os lucros. No anoitecer frio da véspera natalina, ele é visitado pelo fantasma de Jacob Marley (seu antigo sócio comercial, morto há sete anos) que o repreende e anuncia que Scrooge se prepare, pois será visitado por três espectros do seu próprio passado, presente e futuro... A história da redenção do velho Scrooge vêm comovendo adultos e crianças de todas as épocas. A história foi escrita entre outubro e novembro de 1843, para ser publicada em capítulos de jornal, com ilustrações de John Leech, em dezembro do mesmo ano. O enredo é familiar a todos: foi filmado várias vezes e televisionado; adaptado para o teatro e para crianças. Transformado em desenho animado e HQs. A figura e o personagem de Scrooge teve vários descendentes literários, um dos mais célebres é o Tio Patinhas de Walt Disney: "Uncle Scrooge McDuck" em inglês.




Crítica: Olá gente, mais uma terça chegou, e o ano se encaminha para o fim, e para a gente entrar nesse clima de festa, eu trouxe hoje a resenha de um clássico de Natal. Quer coisa mais a ver com essa época? Esse livro é só amor e relembra muuuuuuuito a minha infância, aliás, quem nunca assistiu ao especial de natal do Mickey? Se você é da minha geração com certeza viu esse desenho, e se não está lembrado, dá uma olhada na foto aí embaixo para reavivar a sua memória.



O autor inicia a história falando sobre o Marley e afirmando categoricamente que ele está morto (e isso não é spoiler, está na primeira página), ou seja, não há dúvida que ele morreu. A partir daí, ele apresenta então um outro personagem: Scrooge. E é aí que a história começa de verdade.

Scrooge é um velho tremendamente pão-duro, sovina, avarento e ganancioso. Ele é uma pessoa desagradável e que ninguém suporta ficar por perto. Porém, ele e Marley eram sócios, e pode-se considerar que eram mais ou menos amigos, sendo que Scrooge foi a única pessoa que compareceu ao seu velório.

A história se inicia na véspera de Natal, e Scrooge está trabalhando quando seu sobrinho, única pessoa que ainda tenta ter um contato com ele, o chama para passar a noite de Natal com sua família, ao que ele recusa de forma bem grosseira. A partir daí o dia corre e nós vemos várias atitudes de mesquinhez do velho com seu funcionário e com qualquer outra pessoa que atravessou o caminho dele durante o dia. 

No fim da noite, ao chegar na sua casa, Scrooge se depara com uma claridade meio estranha, mas como ele é um cético e não acredita em nada, deixa aquilo passar em branco. Então nessa mesma noite ele recebe a visita do fantasma do Marley que vêm lhe alertar sobre tudo que esta passando depois do que morreu e todo o peso que têm que carregar, por ter sido uma pessoa desagradável enquanto vivia na terra.

Marley então o avisa que ele receberá a visita de três fantasmas nessa noite: o fantasma do Natal passado, o fantasma do natal presente e o fantasma dos natais futuros e que eles lhe mostrarão tudo que ele foi, é, e será se continuar a agir dessa forma. 

Vou parar por aqui porque acredito que quase todas as pessoas já conheçam esse conto, mas não quero tirar o prazer de vocês de reviverem de forma magnífica toda a lição que o Charles Dickens deixou para a humanidade e que vêm nos acompanhando até os dias de hoje.
   
O livro é incrivelmente tocante, com gostinho de Natal e de infância, a leitura é rápida porém, eu gostei de ler bem devagarzinho desfrutando de todas as boas lembranças que ela me trouxe...

E para deixar um gostinho de quero mais, aí vai um trecho bem legal do livro:

"-Exige-se de todo homem que o espírito dele visite os seus semelhantes, viajando a lugares distantes. Mas se não fizer isso enquanto estiver vivo, terá de fazer depois da morte."

Beijos e muito obrigada por toda a atenção e por todos os comentários nos meus posts. Vocês são demais, gente! S2





23 comentários:

  1. Olá
    Eu não conhecia esse título, mas adorei poder conferir suas impressões a respeito. Como não amar um clássico de natal? Já fiquei apaixonada por tudo que você comentou, e gostaria muito de poder fazer essa leitura também. Deve mesmo ser muito tocante e com aquele gostinho de natal <3
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, eu não conhecia, mas gostei de poder saber mais e ainda conferir suas impressões sobre a obra. Confesso que não gosto de conto, então não me animei tanto para ler, mas quem gosta é uma excelente dica e nada melhor do que um conto de natal nessa época do ano. Parabéns pela crítica!
    Um beijo
    wwww.brookebells.com

    ResponderExcluir
  3. Olá Ana,
    Sempre tive vontade de ler essa história, e na verdade essa é a primeira resenha que leio. Imagino o quanto a leitura deve ser deliciosa, nos fazendo reviver certas situações em clima natalina. Eu particularmente adoro e pretendo ler ele algum dia. Adorei a dica.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?
    Então, eu não conheço o conto, mas adorei conhecer ele aqui. O conto parece ser ótimo, vou anotar a dica e espero poder lê ele ainda esse ano haha

    ResponderExcluir
  5. Este livro está na minha lista de desejos já tem um tempo e mega combina com esta época. A história é bem conhecida e já foi bem recontada por aí, mas tenho certeza que a obra original deve ser mais emocionante.
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Nossa esse livro me lembrou minha infância e na hora eu também pensei no Mickey e em sua turma.

    Gostei da premissa do livro, acho que essa época de natal nos chama a buscar mais livros sobre isso e quando vemos até por instinto todos os livros tem a temática.

    Gostei da dica.

    Beijos
    Sucesso sempre

    ResponderExcluir
  7. Eu sempre quis ler esse livro, mas nunca soube o nome dele! Obrigada por aparecer com essa resenha, mesmo! Acho que essa história traz muita nostalgia mesmo, e essa foi uma resenha de natal muito boa. Eu deveria começar a ler livros temáticos assim também.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/
    Participe dos SORTEIOS de Natal que estão rolando lá no blog!

    ResponderExcluir
  8. Oi Ana!
    Acredita que eu não me lembro de ter assistido esse filme do Mickey? Mas eu conheço um pouco do conto por causa do filme também da Disney "Os Fantasmas de Scrooge", que inclusive eu gosto bastante.
    Mas mesmo sabendo um pouco da história, tenho interesse em ler o conto. Até para conhecer a escrita do Charles Dickens para mais tarde ler outras coisas dele.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/2016/12/desafio-literario-2017.html

    ResponderExcluir
  9. Olá Ana,
    Estava pensando em ler esse livro para o Natal desse ano, mas me enrolei e acabei por perder a oportunidade. Adorei saber que o livro é tocante e fica com gostinho de Natal e lembranças da infância.
    Fiquei tentada a pegar esse livro para ler agora, pois acho que vou gostar e vai aquecer meu coração.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  10. Scrooge me lembrou o Tio Patinhas... Achei interessante os espíritos de natal irem procurá-lo, e curiosa para saber o desenrolar desta história.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Nunca li este livro e não vi o desenho tbm, mas vi o filme Os fantasmas de scrooge que é da mesma história e é realmente muito legal. Tem muito a ensinar.
    Amei o post.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Já vi muitas adaptações dessa história, mas nunca cheguei a ler o livro; acho uma história muito interessante e mesmo muitas adaptações sendo para crianças, ela tem seu valor e seu lado reflexivo, de saber valorizar cada fase da sua vida; adorei suas considerações e espero ler esse livro antes do natal.
    Beijos,Lari.
    Segredosdeumacerejeira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Olá, Ana

    Eu já conhecia o título, claro, como não conhecer, não é mesmo? Porém, nunca tive a oportunidade de ler a história. Sempre que leio resenhas as pessoas falam que a história é tocante e a sua não foi diferente. Um dia lerei, basta eu lembrar! hahaha

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Olá,
    Esse título é um clássico para essa época do ano e fico feliz que tenha se deliciado com uma leitura lenta para reviver todas essas lembranças!
    Fiquei até nostálgica agora e pretendo tentar ler a obra!
    Amei saber suas considerações.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Esse título é realmente um clássico e vou realizar a leitura na próxima semana, para um desafio que estou participando. Adorei saber as suas impressões e apesar de conhecer bem a história tenho certeza que vou me surpreender e amar essa leitura.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Olá.

    Eu nunca li esse livro (vergonha), mas acho que já vi a adaptação dessa obra e não lembro muito bem. Já adc esse livro a minha lista, visto que quero ler algo do autor, mas nunca acho algo que me interesse. Fico feliz q vc tenha gostado da leitura.

    Beijos,
    www.anebee.com.br

    ResponderExcluir
  17. quem ainda não assistiu uma das milhares de adaptações desse conto? Seja em desenho, filme, da Disney ou não. Já virou tradição assistirmos ou lermos algo sobre. Foi otimo ver sua impressão sobre este conto tão conhecido e que sempre nos deixa nostálgicos.

    ResponderExcluir
  18. Oi Ana... tenho muita, mais muita curiosidade de ler esse livro sabia?
    Acho que no mundo não existe umapessoa que não conheça essa história, por causa dos filmes e desenhos relacionados... mas sabe aquela vontadezinha de conhecer ela mais a fundo? Eu tenho....

    Amei a sua resenha, deu uma nostalgia aqui e uma vontade de ver o filme de novo hahaha amei a ultima versão, já assistiu?

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  19. Olá!

    Eu estou lendo esse livro atualmente, e estou amando cada momento da leitura. É bem como você disse mesmo, traz um gostinho da infância maravilhoso e o fato de ser ambientado no Natal é alguém que enriquece completamente a história.

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9¾

    ResponderExcluir
  20. Oi
    Tive oportunidade de ler esse livro na faculdade e embora já conhecesse a história devido a suas várias releituras, foi muito bom ler o original.
    Gostei muito das suas impressões e me fez lembrar dessa época maravilhosa que é o Natal.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  21. Oi Ana, tudo bem?
    Eu ainda não li o livro, mas já vi diversas adaptações. Ele parece ser muito bom e ótimo para ler nesse clima de natal;

    ResponderExcluir
  22. Olá!
    Definitivamente não conhecia essa obra, mas já fiquei encantada com a história. Parece aqueles contos que são lidos para nós quando ainda eramos crianças.
    Fiquei super curiosa, mesmo já tendo um palpite sobre o final do livro, ainda assim quero conhecer a história e conferir seu final.
    Bjs

    ResponderExcluir
  23. Oi Ana, tudo bem?
    Sabe que eu n]ao li o livro ainda, mas já assisti o filme e sou apaixonada pela animação. Fico feliz em ver que o conto cumpre o que promete e que trás um espírito natalino gostoso de acompanhar. Adorei a resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita! Comentários construtivos são sempre bem-vindos!
Caso tenha um blog, deixe o link do mesmo junto de seu comentário para que possamos retribuir a visita! Ah, e sempre respondemos nossos leitores, clique em ''notifique-me'' caso tenha interesse em ler nossa resposta a seu comentário!

© RM Desing - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tema Base: Butlariz.
imagem-logo