Crítica: ''Fique Onde Está e Então Corra'' de John Boyne


Sinopse: Em meio às tragédias da Primeira Guerra Mundial, o amor é a única arma de um garoto para curar seu pai.
Alfie Summerfield nunca se esqueceu de seu aniversário de cinco anos. Quase nenhum amigo dele pôde ir à festa, e os adultos pareciam preocupados — enquanto alguns tentavam se convencer de que tudo estaria resolvido antes do Natal, sua avó não parava de repetir que eles estavam todos perdidos. Alfie ainda não entendia direito o que estava acontecendo, mas a Primeira Guerra Mundial tinha acabado de começar.
Seu pai logo se alistou para o combate, e depois de quatro longos anos Alfie já não recebia mais notícias de seu paradeiro. Até que um dia o garoto descobre uma pista indicando que talvez o pai estivesse mais perto do que ele imaginava. Determinado, Alfie mobilizará todas suas forças para trazê-lo de volta para casa.

Crítica: Não tenho feito resenhas difíceis ultimamente, pois nada como falar de autores que ama, e John Boyne é um dos meus favoritos, com a forma de falar de um tema complicado, como a guerra, através dos olhos infantis torna-se tudo um tanto mais bonito.


Fique onde está então corra não é diferente, agora no olhar de um garoto que durante o seu aniversário de 5 anos foi declarada a primeira guerra mundial e seu pai se alista como soldado voluntário.

Melhor amigo de Kalena, Alfie, viu seu pai ir para o campo de batalha, a família de sua amiga ser retirada de casa por não terem nascido no império Austro-Húngaro, tudo em virtude da guerra. E como diziam: “Só vai durar até o natal!” Só não sabiam até o natal de qual ano.

Após os acontecimentos sua mãe começa a trabalhar como enfermeira no hospital para conseguir manter a casa e quase não tem tempo para o seu filho. Assim, Alfie começa a deixar de comparecer à escola alguns dias, e com a caixa de engraxar que o pai de Kalena deixou para trás, parte para a estação de trem para trabalhar. Com o dinheiro recebido ele coloca algumas moedas na bolsa da mãe, escondido todos os dias, e guarda o restante.

Durante os primeiros anos da guerra Alfie e a sua mãe sempre recebiam as cartas do pai, e elas simplesmente pararam de chegar após um tempo, Alfie sabia que o pai não havia morrido e percebeu que sua mãe lhe escondia alguma coisa, a partir daí ele decide a encontrar o pai.

Em um dia de trabalho ele acaba conhecendo um senhor generoso e que por ironia do destino, o vento acaba derrubando seus papéis. Ao ajuda-lo, vê o nome do pai em um hospital. Com as economias que fez, resolve ir atrás do pai e tira-lo de lá. 

Uma linda história de amor de um pai e um filho que supera a barreira da loucura. Uma história fascinante, de leitura rápida e que irá te surpreender. Eu recomendo.

40 comentários:

  1. Eu não conhecia o livro mas a premissa me agradou muito, parece ser uma linda história e eu gostaria muito de conhecer mais sobre o enredo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é fininho, leitura rápida, muito bom, vale a pena ler ;)

      Excluir
  2. Oi!
    Gosto muito de livros com essa ambientação e esse parece trazer uma história linda e emocionante, assim como os demais livros do autor. Fiquei curiosa para saber o que aconteceu com o pai do Alfie e por isso já o adicionei à minha lista de desejados.
    Beijos!
    www.porlivrosincriveis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Larissa que incrível. Fico feliz que adicionou a desejados, vale a pena muito bom o livro!!! Quando ler me conta o que achou!

      Excluir
  3. Olá
    Nossa eu quero esse livro desde que tomei conhecinento dele, essa história parece linda, e concordo com você quando diz que as crianças são as melhores contadoras de histórias do periodo da guerra, a mensagem de esperança que elas passam ajuda a amenizar um pouco o horror

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Daniela,
      Tudo fica menos doloroso né? Leia sim vai gostar, mas sou suspeita ne:) Abraço.

      Excluir
  4. Oiii, tudo bem?
    Garota, que blog lindo. Mas, em relação a obra ainda não sei se realizaria a leitura mesmo, porque iria me tocar de uma maneira tão forte que nem sei como iria reagir logo após de encerrar, parabéns pela resenha incrível.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Morgana, obrigada!!!!
      Esse livro toca mesmo a gente! Obrigada pela visita, volte sempre!!!

      Excluir
  5. Olá!
    Eu não gosto muito de livros que abordam a temática guerra, então eu confesso que essa obra não me chamou a atenção.
    Porém, quero muito conhecer a escrita desse autor, então espero ler outra obra dele e curtir bastante.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jess,
      John Boyne geralmente retrata guerra, mas adoro a escrita, o livro não fica pesado. Acredito que a casa amaldiçoada tbm dele, não seja de guerra, mas ainda não li. Lerei mais pra frente :) e farei resenha, obrigada pela visita :) e volte sempre BJU

      Excluir
  6. Olá, Rafaella! Tudo bem?

    Adoro a escrita do Boyne, mas esse daí ainda não li. Meu filho leu, a pedido da escola e adorou. Qualquer dia desses passo ele na frente para conferir.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kris, faz isso mesmo, leia sim, muito bom! Volte sempre

      Excluir
  7. Olá,
    Só tive contato com a escrita do autor em O menino de pijama listrado, mas vários de seus títulos estão na minha lista de leitura desde então.
    Ele trata a temática da guerra de uma forma tão bonita que fico encantada e acredito que esse livro tenha sido muito envolvente e emocionante.
    Espero poder conferir em breve essa relação de amor entre pai e filho capaz de superar a barreira da loucura.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Michele,
      Tbm adorei O menino do pijama listrado, esse é mais leve, e bem gostoso leia sim! Bju, Volte sempre

      Excluir
  8. Oi Rafa...
    Não tive a oportunidade de ler nada do autor, mas acho que no fundo ele não faz muito o meu estilo de leitura :/
    Entretanto eu te pergunto... quem não gosta de um bom romance?
    No momento eu não o leria, mas quem sabe lá para frente?

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mayara,
      Leia sim, quem sabe não gosta, eu sou suspeita amo.
      Volte Sempre, Bju Rafa

      Excluir
  9. Estou com esse livro na minha fila para ser lido, mas falta ânimo para ler. Gostei da sua resenha, você fez ma análise bem profunda da obra e curti demais. Vou aproveitar o alívio do tcc e ler esse livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rafa, leia sim,
      passa na frente dos outros, e com o tcc ele não é pesado não, vai dar uma relaxada na sua cabeça. Bju depois me conta o que achou.
      Volte sempre.

      Excluir
  10. Coitado do garotinho, a guerra ser declarada no aniversário dele e o pai ainda se alistar como soldado... Adoro livros com a guerra de pano de fundo, e você ter dito que é fascinante e surpreendente só me deixa mais animada pra ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ju,
      Pois é ele nunca mais vai esquecer essa data. Mas é um livro bem interessando, leia sim.
      Bjus, volte sempre. RAfa

      Excluir
  11. Oii,

    Que história mais tocante, mas não fiquei interessada pela história. Confesso que tenho uma certa dificuldade com histórias com guerras históricas.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      É uma pena, pois é bem levinho :)
      Volte sempre, BJu Rafa

      Excluir
  12. Parece ser uma estória fantástica. Adoro livros com essa temática e ainda mais pelos olhos de uma criança. Parece que grande parte do peso ele carrega sozinho até encontrar o pai, e fiquei curioso para saber o que aconteceu e como isso terminará. Adorei a dica e está super anotado na minha lista.

    *☆* Atraentemente *☆*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Evandro, que bom que gostou.
      Volte sempre
      BJU Rafa

      Excluir
  13. Oie
    Os livros de John Boyne são sempre bons. Ainda não li nenhum dele que não tenha gostado.
    Sempre com sua escrita rica e de alguma forma, tocante.
    Boa resenha e ótima dica.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rosana, como não amar John Boyne ne?
      Volte sempre, BJU. Rafa

      Excluir
  14. Oii Rafa :D
    Não conhecia o livro, mas a história e suas impressões me deixaram animada rsrs
    Ótima resenha e parabéns pelo blog, tá lindo!
    Beijos, Isa
    belacultblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Isa,
      Obrigada :) Leia sim, você vai gostar!
      Volte sempre!! BJU Rafa

      Excluir
  15. Oi, adoro livros que são retratados durante as guerras, principalmente na primeira e na segunda mundial, e sendo de John Boyne, que eu amei lendo seu livro O Menino do Pijama Listrado, que me fez chorar e me emocionar de tal forma, esse com certeza também há de me tocar e me sensibilizar. Amei a resenha e vou anotar a dica para ler logo.
    bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thatyane
      Que bom que gostou da resenha, e sim, John Boyne faz chorar horrores, de emoção ou tristeza né? Bjus
      Volte Sempre Rafa

      Excluir
  16. Já que fiz um comentário anterior aqui no post, vim falar que já decidi. Vou abrir uma folguinha e ler esse livro no final de semana pra dar aquela esfriada na cabeça. Já li outras obras do autor e ele é super cativante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que maravilha Rafa,
      Viu que respondi seu comentário? :) Volta pra contar suas impressões, vou ficar esperando. Bju da Rafa

      Excluir
  17. Olá,

    Já li outro livro do autor e além de gostar da sua escrita, gostei também da forma como ele desenvolveu o tema, e o final me deixou bem surpresa. Ainda não tive a oportunidade de ler esse livro do autor, mas já vi comentários muito bons, estou curiosa em relação a leitura. Dica anotada!

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thayenne, pois é também gosto!!
      Leia sim e volte sempre, BJU.

      Excluir
  18. Adoro livros com a temática de guerra e esse já está na minha lista a um bom tempo e nem sei porque não li ainda, agora com sua resenha irei com certeza adiantar a leitura pois parece ser um livro lindo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sabriela adianta sim, vale a pena :)
      Bjus volte sempre.

      Excluir
  19. Olá, tudo bem?

    Adoro a capa deste livro. Nunca li nada do autor, mas conheço alguns títulos e sei que agrada muitos leitores. Adorei a premissa do livro, parece uma história envolvente e tocante. Gostei muito da sua resenha e espero ler o livro um dia.

    beijos

    ResponderExcluir
  20. Oie
    sou louca para ler todos os livros do autor, sempre fico atraida pelos enredos, e sempre vejo resenhas maravilhosas e essa capa é só amor né, linda resenha

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oie!!
    Nossa não conhecia esse livro... gostei muito da história, me surpreendi bastante com a sua resenha!
    A capa é a coisa mais fofa de todas e gostei de verdade.
    Anotei a dica aqui e vou pesquisar um pouquinho mais do livro por ai

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  22. Oi
    eu vi esse livro em estantes de loja e achei lindo, acho a temática tocante, mas no momento eu não sei se leria. Não sou fã de literatura de guerra, tentei poucos e não tive bons resultados, mas quem sabe um dia eu tento outra vez?
    Bjs

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita! Comentários construtivos são sempre bem-vindos!
Caso tenha um blog, deixe o link do mesmo junto de seu comentário para que possamos retribuir a visita! Ah, e sempre respondemos nossos leitores, clique em ''notifique-me'' caso tenha interesse em ler nossa resposta a seu comentário!

© RM Desing - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tema Base: Butlariz.
imagem-logo