Crítica: ''O Lado Mais Sombrio'' de A. G. Howard



Sinopse: Alyssa Gardner ouve os pensamentos das plantas e animais. Por enquanto ela consegue esconder as alucinações, mas já conhece o seu destino: terminará num sanatório como sua mãe. A insanidade faz parte da família desde que a sua tataravó, Alice Liddell, falava a Lewis Carroll sobre os seus estranhos sonhos, inspirando-o a escrever o clássico Alice no País das Maravilhas. Mas talvez ela não seja louca. E talvez as histórias de Carroll não sejam tão fantasiosas quanto possam parecer. Para quebrar a maldição da loucura na família, Alyssa precisa entrar na toca do coelho e consertar alguns erros cometidos no País das Maravilhas, um lugar repleto de seres estranhos com intenções não reveladas. Alyssa leva consigo o seu amigo da vida real – o superprotetor Jeb –, mas, assim que a jornada começa, ela se vê dividida entre a sensatez deste e a magia perigosa e encantadora de Morfeu, o seu guia no País das Maravilhas. Ninguém é o que parece no País das Maravilhas. Nem mesmo Alyssa... 

Crítica: Nunca imaginei que uma das histórias mais famosas de todos os tempos pudesse ser reinventada. Já li algumas vezes Alice no País das Maravilhas e assisti a algumas adaptações, mas esse livro foi uma boa oportunidade de conhecer uma versão bem mais interessante da história, isso graças a criatividade da A. G. Howard.

Assim que iniciei a leitura percebi que seria um daqueles livros gostosos de ler, com uma escrita ágil e simples.

Na companhia de Jeb, seu melhor ''amigo'', Alyssa embarca num país que não tem nada de maravilhoso. Ela é apaixonada por Jeb e esconde seu amor até não conseguir mais. Pronto, só irei dizer isso a respeito da relação dela com Jeb, se não vou me empolgar e dar muitos spoilers, haha.

Ainda tem o Morfeu, o personagem que eu mais amei! Defino ele como inteligente e sarcástico. Aquele tipo de personagem que criamos uma relação de amor e ódio. Ele ensinou tudo o que Alyssa sabe sobre o País Das Maravilhas, já que quando ela ainda era uma garotinha ela o visitava todas as noites através do espelho.

Mas temos um porém, Morfeu é apaixonado por Alyssa, o que me fez achar que um triângulo amoroso foi um detalhe um tanto quanto desnecessário nesse livro. Apesar de a-m-a-r o Morfeu, é óbvio que o relacionamento entre Alyssa e Jeb é mais forte. Mas eu ainda não li todos os livros, talvez minha opinião mude sobre esse fato.

Obviamente eu recomendo esse livro para todos que gostam de um bom livro de aventura, mistério e muito romance. É só dar uma chance e aproveitar mais uma viagem no País das Maravilhas. ;)

2 comentários:

  1. Oi Bell!

    Adorei a sua crítica sobre esse livro, já estava super ansiosa para lê-lo, agora estou mais ainda!

    Seu blog é muito fofo, parabéns!

    Beijos,

    Ana Luiza - Entre Páginas
    www.entrepaginasblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi,
    Realmente eu vi varias fotos deste livro e achava que era uma história completamente diferente, ai me lembro do ditado "nunca julgue um livro pela capa" rsrsrs, mas pelo que li na sinopse e na sua crítica, realmente vale ler este livro!

    Eu estou seguindo o blog a pouco tempo com outro Email, mas como eu utilizo mais este então irei seguir com ele :D

    Zona Otakus e Otomes

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita! Comentários construtivos são sempre bem-vindos!
Caso tenha um blog, deixe o link do mesmo junto de seu comentário para que possamos retribuir a visita! Ah, e sempre respondemos nossos leitores, clique em ''notifique-me'' caso tenha interesse em ler nossa resposta a seu comentário!

© RM Desing - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tema Base: Butlariz.
imagem-logo